Daniel, o cego que vê como um morcego

Desloca-se produzindo cliques com a língua. Os seus ouvidos dão conta do espaço que o rodeia, das formas, das texturas, dos obstáculos. Tal como um morcego.


Cego aos dois anos, o cérebro de Daniel adaptou-se e hoje, Daniel consegue desenhar uma planta depois de chegar a um novo local.

É de valor!

É uma história de como o cérebro humano tem capacidades insuspeitas e de como é possível vencer os grandes desafios que nos surgem na vida.

Foi fundador e é presidente da associação World Access for the Blind

Veja e ouça Daniel no TED:

Visite o site da sua organização.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo